A+ A A-

Alunos da Engenharia de Produção estudam os problemas das empresas e instituições da região

Alunos de Engenharia de Produção desenvolvem projetos em empresas desde o primeiro período do curso. Eles vivenciam a realidade na empresa, seja no estudo de problemas na área de processos industriais ou na resolução deles, dependendo do grau de estudo em que se encontram.

Em setembro, os acadêmicos apresentaram os projetos do PIE - Programa Integrado de Engenharia (I e II) e do PEA - Programa de Engenharia Aplicada (I e II), desenvolvidos nas empresas ao longo do ano, para bancas compostas por professores e executivos das empresas que participam dos Programas. Os projetos selecionados irão participar da 28ª edição da Faitec - Feira de Tecnologia da FAI, que será realizada de 18 a 20 de outubro no Ginásio Poliesportivo do Alcidão, em Santa Rita do Sapucaí.

“A novidade deste ano é que os projetos do PEA II, que até então eram direcionados para empresas e indústrias, envolveram a Prefeitura e o Hospital de Santa Rita do Sapucaí, além da rede de Supermercados Unissul e a CooperRita”, conta a coordenadora do curso de Engenharia de Produção, Profa. Dra. Sandra Carvalho.

A seguir, depoimentos de empresários, executivos e outros profissionais que coordenam as atividades dos alunos nas empresas e que também integraram as bancas de avaliação dos projetos, que foram selecionados para a Faitec.

“É a terceira vez que participamos da avaliação dos projetos. Participamos, porque acreditamos que existe uma troca. É importante passarmos a experiência de como é a vida dentro de uma empresa, saindo do acadêmico para a área industrial.

Para a empresa é importante também, porque temos uma visão sem vícios. Às vezes surgem ideias que nós que estamos dentro da empresa todo dia não temos. Como os alunos não têm receios de fazer sugestões, trazem sugestões interessantes. Com certeza vieram boas ideias que iremos implementá-las.

Demos uma orientação para que os alunos tenham uma visão sistêmica que o mercado vai exigir isto deles, que eles sejam bem analíticos, que eles consigam ajudar a solucionar os problemas das empresas.”

Rafael Fortuna, diretor industrial da Prática, Pouso Alegre

“Tínhamos as ferramentas necessárias para fazer o trabalho, só que precisávamos de uma outra visão na área de estudo como o levantamento de dados e a aplicação em tempo real. As propostas são todas viáveis. Todas atendem à necessidade de mercado e todas adequam às nossas necessidades. Vamos empenhar para trabalhar em conjunto com os alunos. Estamos de portas abertas para outros projetos.”

Adenilson Tosta, gerente geral e gestor de categoria de produtos do Supermercado Center Box (rede Unissul), Pouso Alegre

“É um projeto muito bom tanto para os alunos como também para a empresa. A partir do estudo dos alunos, a empresa tem novas visões e consegue ter análises que possam contribuir para o processo produtivo.

Os alunos colocam em prática o que eles aprendem em sala e isto enriquece a experiência deles em relação ao que vivenciam no mercado de trabalho nas indústrias. Quanto à analise feita pelos alunos, vários itens apontados já estavam sendo trabalhados desde o começo do ano. Eles não sabiam, na verdade. Quando eles retornaram no segundo semestre, eles viram que as soluções que estavam sendo colocadas em prática eram aquelas que estavam estudando.“

Fernando Lau, diretor de operações da Datablink, Unidade do Brasil - Santa Rita do Sapucaí e São Paulo

“Os projetos contribuem muito no âmbito social, traz alunos mais preparados para o mercado de trabalho. Eles podem aplicar seus conhecimentos na prática, trazendo melhores resultados tanto para eles, quanto para a empresa.

Eles apresentaram indicadores muito interessantes que a Metagal vai avaliar para que sejam implementados e também alguns caminhos críticos de processo que nós precisamos avaliar e que trará resultados e benefícios para o futuro do departamento e no processo analisado.”

Artidionio Massafera Souza, gerente na Área de Qualidade e Qualidade Avançada na Metagal, Santa Rita do Sapucaí

“A FAI está de parabéns porque os alunos que desenvolveram projetos na empresa são muito conceituados e conscientes. Isto possibilita uma gama de oportunidades e contribuem para o desenvolvimento dos próprios alunos.

Estamos trabalhando para colocar em prática as informações dos alunos no próximo ano.

É minha primeira experiência como jurado. Achei ótimas as apresentações dos alunos.”

Wandersul Geraldo Barbosa, analista de tempo e métodos na Fenix, Santa Rita do Sapucaí

“Estou há dois anos na empresa e desde esta época a empresa mantém parceria com a FAI. É uma troca: identificar um problema dentro da empresa e os alunos trabalham na possível solução para implementação nossa. É uma parceria que tem trazido muitos resultados positivos para a empresa.

As soluções são colocadas em prática. Seguimos o que foi sugerido por eles.

É a segunda vez que participo da banca. Faz-me remeter ao passado na época da faculdade. Os alunos são futuros companheiros de trabalho. Nós que já estamos no mercado temos responsabilidade também com este pessoal que está saindo agora para o mercado de trabalho.”

Thiago Maciel, supervisor industrial na Intelbras, Santa Rita do Sapucaí

“É uma troca. Os alunos vivenciam a realidade na empresa, enriquecem o currículo e nos ajudam a resolver os problemas do dia a dia. As sugestões serão implementadas. Acho muito válido transferir para os alunos a experiência que nós temos de tantos anos de fábrica, pois

uma coisa é você estar dentro da escola vendo a teoria, a outra é ver na prática o dia a dia dentro de uma empresa, como você aplica as teorias, quais são as dificuldades, quais são as alegrias e as decepções de enfrentar os problemas do dia. Muito interessante associar o conhecimento com a prática.”

Alfredo Pedroso, gerente industrial da Sense Eletrônica, Santa Rita do Sapucaí  

“Os alunos passaram pela experiência, foram in loco colher as informações e apresentaram um bom trabalho. Eles pesquisaram uma linha de ônibus que presta serviço para a Prefeitura e apresentaram soluções para melhorar o serviço como diminuir o tempo de embarque e desembarque, adequar o roteiro dos ônibus, entre outros.

Acredito que as sugestões serão implementadas. Vamos juntos apresentar para a secretaria responsável.”

José Benedito Carneiro, funcionário da Secretaria Municipal de Obras e Desenvolvimento Urbano da Prefeitura de Santa Rita do Sapucaí

“Estou aprendendo muito com os alunos. Eles estão contribuindo para as melhorias que estão ocorrendo no hospital no setor da farmácia, do qual sou responsável. Estão propondo melhorias em todos os sentidos. Vamos apresentar as propostas para o novo diretor e serão colocadas em prática. Quero agradecer o acolhimento da FAI.“

Ciomara Maria Titonelle, farmacêutica no Hospital Antônio Moreira da Costa, Santa Rita do Sapucaí  

Fotos: Alguns projetos apresentados pelos alunos

pibid

icone srs icone fapemig icone peet icone bidi  Selo 2017 2018
 

 

blue green orange red

© 2015 FAI - Endereço: Av. Antônio de Cássia, 472 - Jardim Santo Antônio - Santa Rita do Sapucaí - Minas Gerais - CEP: 37.540-000 - Telefone: (35) 3473-3000

Login

Entre com seu usuário