Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

PLANO DE CARREIRA E EMPOWERMENT

PLANO DE CARREIRA E EMPOWERMENT

Profa. Claudia Marinho

Já passou o carnaval, já passou a páscoa e como estão indo suas metas profissionais para 2019? Fluindo ou já descartou as de 2019 e começou a elaborar as de 2020?

Todos os dias somos bombardeados com publicações sobre carreira, com dicas variadas, às vezes até mesmo beirando o impossível, e sempre surge aquela pressão para que todos tenham um rol de competências para atender às exigências do mercado.

Mas, antes de falarmos de desenvolvimento de competências, você sabe o que é carreira? Segundo o site Administradores, a carreira engloba um caminho estruturado e organizado no tempo e lugar, que pode ser seguido por qualquer pessoa. Mas, será que hoje este caminho é tão organizado?

PLANO DE CARREIRA: TER A SOLUÇÃO OU SER A SOLUÇÃO

Nas décadas passadas, acreditava-se que a empresa era a única responsável por trilhar o caminho profissional do seu funcionário, segundo sua realidade, cabendo ao profissional somente cumprir os passos necessários ou ter “tempo de casa” para ser promovido ao próximo nível da caminhada.

Atualmente, passamos a ter o entendimento de que cada pessoa é a responsável por sua carreira. Cabendo, portanto, a cada indivíduo o desenvolvimento de suas competências e sua demonstração em forma de resultado, que é a medida do sucesso dentro da organização. Portanto, um caminho não mais passivo, que independe do funcionário, mas ativo, inteligente e em constante evolução.

Vejam só algumas mudanças na forma de se pensar o trabalho e a carreira:

Cabe lembrar que, claro, ainda existem muitas organizações tradicionais e conservadoras, que vão demorar para se arriscar a um novo modelo. Mas, a tendência é que busquem novas formas de atuar e lidar com seus colaboradores, sob o risco de perderem seus resultados e seus profissionais para empresas mais modernas, que os valorizam.

“PROFESSORA, ACHO QUE O EMPOWERMENT NÃO FUNCIONA POR AQUI…”

Você sente que pode assumir certo grau de autonomia, gerenciar a própria carreira, ganhar por resultados, compartilhar suas informações com os outros, ser satisfeito pessoalmente e profissionalmente e alcançar o sucesso profissional?

Compartilho aqui um exemplo pessoal, de dentro de sala de aula, que demonstra como são possíveis as oportunidades de desenvolvimento e seus frutos que são perdidos diariamente:

Há alguns meses, eu precisava de uma decisão de alguns alunos para que assim pudesse dar prosseguimento a uma necessidade coletiva da turma. Então, buscando uma resolução que se adequasse melhor à turma, requisitei ao representante da turma que consultasse seus colegas.O tempo foi passando, passando, e a resposta não chegava. Perguntei o que estava havendo e o rapaz, sabiamente, respondeu:

“Professora, acho que o empowerment não funciona por aqui”.

Diante disso, optamos, nós dois, em tomar a decisão por todos. Talvez não fosse a resolução mais adequada diante da demanda, ou não seria a resolução escolhida caso houvesse a exposição dos aspectos que cada aluno enxergava e valorizava, mas foi a resolução possível, de quem se PROPÔS a fazer.

 

EMPOWERMENT

A palavra inglesa “empowerment” poderia ser traduzida por empoderamento mas, em termos profissionais, significa ter autonomia, ou seja, não depender da figura da liderança para tomar todas decisões. As oportunidades para exercer sua autonomia estão em todo lugar: em casa, com o(a) namorado(a), com os vizinhos, colegas de sala, etc..

Viu alguém com dificuldade? Ofereça ajuda.

Não sabe como fazer algo? Busque quem sabe.

Tem dúvidas? Faça buscas em fontes confiáveis e encontre uma resposta.

Faltou esforço? Dedique-se mais.

Errou? Peça desculpas, analise, conserte o dano e se aprimore.

Resultado insatisfatório? Analise o que pode ser diferente na próxima vez.

Pessoas que têm atitude assumem para si as responsabilidades e estão dispostas a reger o rumo do seu trabalho, sua vida pessoal e sua carreira. E é deste profissional que as boas organizações precisam. Você pode até não perceber, mas agindo assim, uma parte do sucesso da sua carreira já está trilhada.

Nas situações simples do dia a dia residem as chance de se aprimorar e adquirir habilidades. Não faz sentido esperar por um diploma de graduação, por um emprego ou um cargo de gestão para começar a agir. A vida, as oportunidades de crescimento, aprendizagem e empoderamento acontecem a cada instante, em todas idades, seja na rotina da casa, no cuidado com os parentes, ajudando do comércio dos pais, nos eventos com os amigos, nos trabalhos em sala… Cabe a nós decidirmos, a cada instante, se pegaremos as rédeas para construir nosso próprio roteiro, ou seremos conduzidos pelos outros, com quem nem sempre concordamos.

Ao fim da vida, você não será reconhecido pelo o que pensou em fazer, pelo o que sonhou em fazer, mas sim por suas atitudes e realizações!

DICA DE OURO: esteja sempre atento, se apresente para a realidade e faça sempre o seu melhor, observando suas prioridades, seu tempo e energia. Saiba, os avaliadores percebem essa postura e os chefes também!

QUE VENHAM MUITAS OPORTUNIDADES EM 2019!

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *