FAI em parceria com Pibid e RP, promove Oficinas Pedagógicas em evento de Silvianópolis - MG

Dia 01 de Setembro foi realizado o 5º Festival Sabores e Saberes de Silvianópolis (MG) e a FAI- Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação foi uma convidada especial.

A Equipe Docente e alunos-bolsistas dos Programas Pibid e Residência Pedagógica do curso de Licenciatura em Pedagogia desta IES promoveram diferentes práticas educativas interativas e lúdicas com as crianças deste município.

Estas oficinas oportunizaram às crianças diferentes experiências integradoras de exploração ativa dos saberes, oportunizando-lhes aprendizagens pra lá de criativas!

silvianopolis 1

Licenciandas do Curso de Pedagogia e alunos-bolsistas dos Programas Pibid e Residência Pedagógica; Professoras do Curso de Pedagogia (Adriana de Moraes P. Santos, Lucéia Cândido de Souza, Rosemy Aparecida Mendonça Villela), Coordenadoras Institucionais dos Programas Pibid e Residência Pedagógica (Prof.ª Cláudia Maria V. Novaes de Souza e Prof.ª Margarete Ribeiro Siqueira) e Secretária Municipal de Educação do Município de Silvianópolis, Prof.ª Zezinha Franco.

Na “Oficina Culinária Criativa” as crianças tiveram experiências ricas de releitura de receitas a partir dos modelos propostos pela equipe. A partir das informações obtidas nos textos e nos modelos a elas apresentados, as crianças fizeram as escolhas dos ingredientes para que pudessem realizar o “Sanduíche da Joaninha” e a “Árvore Saborosa”. 

Conforme explicações da Profª Cláudia, as escolhas dos alimentos aconteceram a partir da experiência de leitura da criança com as receitas exploradas por elas, sob a mediação das bolsistas. Mesmo as crianças não sabendo ler com autonomia os textos, se colocaram como leitoras ouvintes e pistas textuais foram observadas por elas nos textos e modelos propostos, fornecendo-lhes indicadores para realizarem as escolhas dos alimentos conforme a receita escolhida. Além disso, estas oficinas foram laboratórios ricos para a exploração de conceitos quantitativos e espaciais na recriação da forma, conforme as representações observadas nos modelos propostos.

silvianopolis 2

Na Oficina “Jogos e Brincadeiras com alimentos”, as crianças vivenciaram experiências sensoriais que as estimulavam a descobrirem qual era o alimento sem o estímulo visual. A Prof.ª Margarete retratou que “foi muito interessante observar que muitas das frutas e legumes experimentados pelas crianças, nem todos eram apreciados por elas”. Expressões como ‘Eu não conheço essa fruta!’; ‘Eca! Este eu sei qual é e eu não gosto!’, exemplificam o quanto de sensações e prazeres as crianças vivenciaram ativamente na experimentação dos alimentos.

silvianopolis 3

Na oficina de “Contação de Histórias”, coordenada pelas Professoras Adriana e Rosemy, as crianças se divertiram muito com as personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo. O Brincar no mundo do Faz de Conta, tal como explicam as Professoras, “[...] se coloca como uma rica experiência para estabelecimento de conexões entre o mundo fantasioso e real. Nestas experiências lúdicas de interação com o mundo literário que as crianças tiveram a oportunidade de desvendar o mundo real que vivenciam no cotidiano próximo a elas”.

silvianopolis 4

Na interação ativa do pequeno leitor com as obras narradas pelos alunos-bolsistas e licenciandos da Pedagogia, as crianças se colocaram como leitores ouvintes e espectadores. E, nesta interação entre pequeno leitor e texto, as crianças vivenciaram, de forma alegre e divertida, a fruição estética do mundo literário.

silvianopolis 5

A Oficina de Música foi coordenada pela Prof.ª Lucéia, as alunas-bolsistas e Licenciandas da Pedagogia que estimularam inúmeras habilidades musicais. Tal como o Teatro, “[...] a Música é para as crianças a expressão de inúmeros sentidos que se materializa nos sons, nos movimentos corporais e expressivos. Por isso, a linguagem musical permite que as crianças usem os sons e o corpo para expressar os significados das relações e interações culturais produzidas e vivenciadas pelas crianças”, explica a Prof.ª Lucéia.

Além disso, brincar e produzir música na escola estimula as crianças, desde pequenas, a realizarem operações sensoriais, motoras e cognitivas de percepção, experimentação, reprodução, manipulação e criação de instrumentos musicais, de movimentação corporal, em situações interativas e colaborativas (re-)criação de obras musicais diversas.

silvianopolis 6

Sr. Cirino Hudson de Paula, pai da criança Geovana Antonella Ribeiro de Paula de 2 anos e 7 meses, ficou encantado com a forma que a sua filha se sentiu motivada a querer participar de todas as oficinas. Para ele, [...] as oficinas oportunizadas neste evento foram muito significativas para as crianças da cidade de Silvianópolis. A FAI apresentou métodos de ensino que não se vê nas escolas e que deveriam ser implantados, pois despertam muito a atenção de nossas crianças. Estas oficinas foram de grande incentivo para a comunidade e poderíamos ter mais projetos assim, pois muito nos engrandece”.

Além das crianças e pais que participaram das oficinas, foi perceptível a alegria e encantamentos dos licenciandos em Pedagogia durante a regência das oficinas, demonstrando a relevância da FAI em oferecer um curso de qualidade para a formação docente na prática. Propiciar experiências que estimulam a aprendizagem dos saberes metodológicos em situações práticas é o grande objetivo do curso de Licenciatura em Pedagogia da FAI, explicam as Coordenadoras Institucionais dos Programas Pibid e Residência Pedagógica desta IES.

silvianopolis 7

A importância desta formação docente na prática é bem percebida pelos licenciandos da Pedagogia da FAI, dentre eles, os bolsistas dos programas Pibid e Residência Pedagógica (CAPES).

“Escolhi a Pedagogia da FAI por vários fatores, dentre eles por gostar de crianças e querer mudar a educação brasileira, implantando uma aprendizagem significativa. Para isso é importante levar aulas diferentes, que estimulam e forma integral as habilidades das crianças. Quero ensinar de um modo que a criança queira aprender, que ela se interesse e sinta vontade de estar aprendendo. Que a criança acorde pela manhã e sinta vontade e prazer em ir à escola. Quero estar presente na vida de meus alunos, saber se estão bem, como está seu desenvolvimento, acompanhar a rotina de cada um deles. Quero ser uma Professora participante e atuante no processo educacional por completo. E, ao final, quero me sentir tranquila por ver os meus alunos, de fato, aprendendo”, declara Laryssa Eduarda Silva Cunha, aluna do 2º período do curso de Pedagogia.

silvianopolis 9

Licenciandas do Curso de Pedagogia e alunos-bolsistas dos Programas Pibid e Residência Pedagógica; Coordenadoras Institucionais dos Programas Pibid e Residência Pedagógica (Prof.ª Cláudia Maria V. Novaes de Souza e Prof.ª Margarete Ribeiro Siqueira) e Secretária Municipal de Educação e Cultura do Município de Silvianópolis, Elaine Cristina Carvalho

A FAI se sente orgulhosa pelo convite recebido pelos dirigentes do Evento “Sabores e Saberes de Santana” (Silvianópolis/MG) e agradece, em nome de todos os Licenciandos e Professores do Curso de Pedagogia, a oportunidade de, mais uma vez, vivenciarem o projeto educacional de formação docente para a prática profissional consciente e responsável desenvolvido nesta IES. 

FAI recebe comitiva de Maringá - PR e região

Em clima de movimento cultural, colaborativo e empreendedor a FAI - Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação recebeu neste dia 06 de Setembro uma comitiva de Maringá - PR e região.

O objetivo da visita ao “Vale da Eletrônica” foi conhecer as incubadoras e Instituições da cidade e adquirir mais conhecimento sobre nosso processo de empreendedorismo.

Estiveram presentes representantes do Senai PR, Sebrae PR, do setor médico da região, dos setores de inovação, arquitetura, eventos, representantes da Prefeitura de Maringá e região, professores e empresários.

Na palestra ministrada pelos Professores Aldo Ambrósio Morelli e Alexandre de Franco Magalhães houve a apresentação da FAI, sua história, toda sua infraestrutura e todos os projetos inovadores que a Instituição oferece.

Vale ressaltar que a FAI foi a primeira instituição a implantar uma aula de empreendedorismo em 1997 e isso comprova o motivo de tamanho desenvolvimento, crescimento e resultados positivos no mercado de trabalho.

COMITIVA MARINGÁ

Comitiva de Maringá - PR e região

Os participantes elogiaram a FAI pela conexão, apoio e suporte entre empresas, prefeitura, alunos, ex-alunos e toda a colaboração que há entre todos, desde a formação acadêmica, incubadora, infraestrutura e projetos que oferecem todo o suporte necessário à formação.

Franz Wagner Dal Belo, Diretor de Inovação da Prefeitura de Maringá – PR da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico declara: “A cidade é muito rica em toda a cultura e desenvolvimento humano. Rica historicamente e isso reflete hoje. Vejo que a cidade se orgulha de todo o desenvolvimento, todo planejamento. A FAI é um exemplo claro de desenvolvimento e orgulho para a cidade. Me encanta ver que todos ajudaram um pouco e se orgulham de toda a união que há todo o ecossistema”.

FAI também tem Vestibular de Verão em 2019 com seu Novo Programa de Bolsas para iniciantes em 2019 e com vagas limitadas!

O Vestibular da FAI – Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação 2019 foi dia 24 de novembro e atraiu muitos candidatos e também tem, anualmente, o Vestibular de Verão com provas em janeiro.

Thifani Dias Pereira, 18 anos fez o Vestibular FAI 2019 no dia 24 de novembro para o Curso de Pedagogia e declarou: "Escolhi Pedagogia por me identificar demais com o curso. Estou sempre ligada nas novidades do curso, adoro orientar e ajudar as pessoas, principalmente crianças. Espero que, passando no vestibular, eu possa ingressar na carreira e fazer a diferença como educadora. E escolhi a FAI pela nota no MEC, por ser renomada no sul de Minas, por ter amigos e conhecidos que estudaram e estudam aqui e recomendam a instituição".

Quem estuda na FAI recomenda a instituição pela excelência no ensino, pela infraestrutura, pelo reconhecimento no sul de Minas e por abrir portas para o mercado de trabalho.

Para quem não conseguiu se inscrever em novembro, a oportunidade será dia 26 de janeiro na FAI, sendo as provas aplicadas somente em Santa Rita do Sapucaí – MG. As inscrições são para os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Engenharia de Produção, Pedagogia e Sistemas de Informação.

FAI VESTIBULAR VERÃO 2019 JORNAL DOMINGO 01

A Instituição também lançou um Novo Programa de Bolsas destinado somente para iniciantes em 2019 e com vagas limitadas. Através do hotsite da instituição www.fai-mg.br/vestibular há a opção de simulação de qual bolsa se encaixa ao perfil do aluno.

O novo Programa terá três modalidades: Bolsa Filantropia 50%, Bolsa Reembolsável 50% e Bolsa Incentivo 30%. A Bolsa Filantropia destina-se a famílias de baixa renda, e segue os padrões do Programa Universidade para Todos (PROUNI). Já a Bolsa Reembolsável, destina-se a famílias que possuem dificuldades financeiras para arcar com o custo integral das mensalidades, assim, os estudantes poderão pagar 50% da Faculdade depois de formados. E a Bolsa Incentivo destina-se a famílias que podem pagar a faculdade e por optarem pela FAI, terão a redução de 30% no valor das mensalidades.

Os cursos da instituição tem as melhores notas no Enade/MEC o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes que avalia o rendimento dos alunos dos cursos de graduação, ingressantes e concluintes, em relação aos conteúdos programáticos dos cursos em que estão matriculados.

Os estudantes da FAI têm à sua disposição as mais avançadas ferramentas tecnológicas, em ambientes que privilegiam o conforto como elemento decisivo para o aprendizado. Com acesso irrestrito à Internet em todas as áreas do campus, os alunos podem otimizar suas pesquisas e desenvolver seus projetos acadêmicos.

Por meio do FAI Online, cada aluno pode acessar, a qualquer momento e de qualquer lugar, seus dados acadêmicos e os materiais didáticos disponibilizados pelos professores, assim como consultar seu desempenho acadêmico por meio do sistema GVCollege e receber, em primeira mão, ofertas de estágios nas empresas de Santa Rita e região.

Com a finalidade de conjugar o ensino teórico com o prático, a FAI dispõe Laboratórios de Informática, Laboratório de Ciências Exatas, Brinquedoteca, Biblioteca com acervo de livros, periódicos nacionais e internacionais e mídias, os alunos também têm à disposição salas individuais para estudo e reuniões de equipe e por intermédio da Biblioteca Virtual Pearson, os alunos podem acessar e utilizar mais de 2.000 títulos, de qualquer lugar, sem nenhum custo.

A Faculdade oferece oportunidades para o aluno desenvolver seu potencial criativo e empreendedor com destaque para a Faitec - Feira de Tecnologia e Empreendedorismo que aconteceu de 24 a 26 de Outubro contemplando os melhores projetos desenvolvidos pelos alunos e premiou os melhores no encerramento.

Para mais informações, entre em contato pelo SAV - Serviço de Atendimento ao Vestibulando pelo telefone 3473-3013 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O foco da Instituição é formar não só profissionais capacitados e preparados para o mercado tecnológico e empreendedor da região, mas também cidadãos preocupados em fazer um futuro melhor para todos e, com o novo Programa de Bolsas, incentiva o estudo e o desenvolvimento de todos que querem fazer um curso superior na Instituição.

Ex-aluna FAI faz depoimento emocionante à Faculdade

ALINE AMARO

No dia 17 de Agosto, a FAI - Centro de Ensino Superior de Gestão, Tecnologia e Educação recebeu uma declaração emocionante de agradecimento de uma ex-aluna, Aline Amaro, do curso de Administração.

Aline contou um pouco de sua trajetória no mercado de trabalho e relatou seu crescimento pessoal e profissional que adquiriu durante o curso na Instituição.

"Venho compartilhar um pouco de minha história com vocês da FAI. Começou em 2012, em uma segunda-feira em um aula de empreendedorismo. O professor José Cláudio apresentou a faculdade e disse que precisávamos levar a sério pois o ensino seria puxado.

Os meses se passaram e as primeiras aulas geraram uma curiosidade enorme de como utilizar o conhecimento adquirido no trabalho. Nos seis meses seguintes de FAI, consegui minha primeira promoção para um cargo de supervisão e logo vi que estava no caminho certo. Apliquei todo o meu conhecimento até então aprendido

Um ano depois e quantas mudanças. Meus e-mails e relatórios eram outros, minha comunicação melhorou 100% e deixo aqui meu agradecimento à Professora Daniella. Eu me destacava cada vez mais em meu trabalho e tinha vontade de fazer a diferença. E foi assim os quatro anos de faculdade.

Me formei e houve uma reestruturação na empresa com a extinção do cargo que eu ocupava e o desligamento de vários funcionários. Poderia ser uma fase ruim, mas eu tinha todas as minhas realizações profissionais listadas, quantificadas e documentadas. Com elas eu fiz uma apresentação pessoal, coisa que nenhum outro candidato levava para as entrevistas.

Durante o processo eu apresentava meu conhecimento, minha experiência adquirida e dados não confidenciais de trabalhos anteriores, como o crescimento AA, e-mails de premiações individuais, a CTPS com quatro promoções registradas e todos os projetos que havia implantado. E assim recebi umas quatro contrapropostas de trabalho de duas empresas renomadas de varejo no segmento de moda. Senti-me gente grande! Iniciei minha carreira em uma das maiores lojas do segmento do Brasil.

Iniciei como supervisora de produtos financeiros e foi meu primeiro grande desafio pois a loja em questão era a pior de produtos financeiros da regional. A equipe pela qual eu era responsável tinha uma faixa etária diferente da que eu estava acostumada e isso mudava tudo que eu sabia até ali sobre gestão. Corri então atrás de mais conhecimento e de ajuda dos professores.

Li, estudei tudo de novo, testei, tracei objetivos, metas e ações. Reuni a equipe, mostrei nosso planejamento. Executei, controlei e ajustei o necessário. E em aproximadamente três meses os resultados da loja foram mais do que positivos! Reconheci cada talento daquele time que consegui desenvolver e que dali em diante sempre ocupou os primeiros lugares da Regional.

Mas, ter sido aluna FAI me levou mais longe. Com a concorrência sondando resultados, recebi uma proposta para Gerente Júnior que, na época, não era tão atrativa. Passados quinze dias recebi novamente um contato da mesma empresa me oferecendo uma vaga como Gerente Pleno exigindo experiência de 2 a 5 anos na área e fui sincera, informando que eu não tinha esse pré-requisito e recebi então a seguinte resposta: "Visite a loja e as concorrentes, mande uma SWOT em duas horas e então avaliaremos se você passará para a próxima etapa".

Mais uma conquista. Passei e recebi um grande desafio: melhorar os resultados da pior loja de do Brasil. Em momento algum pensei em desistir, pelo contrário, investi em mais conhecimento estudando varejo, visual merchandising, liderança tridimensional e tabelando todos os dados que tinha. Testei muitas coisas, tudo precisava ser rápido, mudanças rápidas, escassez de recursos, empresa com várias medidas contingenciais.

Passados alguns meses e mais uma etapa foi concluída com sucesso pois o fechamento mensal a loja se destacou positivamente entre as outras e foi base de aprendizado entre as demais.  Foi o início de um desafio enorme que mesmo com resultados já positivos, minha visão de melhoria e vontade de aprender só aumentaram.

Então, com esse pequeno trecho sobre a minha trajetória, só tenho que agradecer. Tenho um sentimento não só de superação, mas uma gratidão enorme por todos da FAI que transformam vidas, que direcionam carreiras e que tornam sonhos possíveis.

A FAI é uma instituição que me orgulha pela dedicação de um time tão competente. É impossível expressar em palavras a minha gratidão, meu respeito e meu carinho por cada um da Instituição. Sou muito grata a todos vocês que me ajudaram em todo o meu desenvolvimento, que fizeram e fazem a diferença na vida de todos nós ex-alunos e alunos.

Um abraço! Aline Amaro".

FAITEC 2018 recebeu aproximadamente 6850 pessoas durante os 3 dias de feira!

A 29ª Edição da Feira Tecnológica da FAI, teve sua abertura no dia 24 de outubro com encerramento no dia 26 e passaram pela feira, aproximadamente, 6850 pessoas.

A FAITEC 2018 recebeu, no Ginásio Poliesportivo Dr. José Alcides Rennó Mendes (Alcidão) em Santa Rita do Sapucaí - MG, 21 ônibus de escolas de Minas Gerais. As visitas foram tanto de alunos quanto de professores que fizeram questão da participação focando no aprendizado das metodologias inovadoras de ensino da instituição.

Todos os visitantes elogiaram os projetos e a estrutura com o novo Espaço de Profissões da FAI - Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação.

O objetivo da feira de tecnologia da FAI - Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação, que acontece anualmente é de apresentar à comunidade o potencial criativo de seu corpo discente visando despertar o interesse dos visitantes no sentido de viabilizar o aparecimento de oportunidades de geração de novos negócios, empregos e estágios, além de atrair financiamentos para projetos que promovam o atendimento das necessidades locais, regionais e nacionais e o crescimento profissional dos alunos.

Desde 2004 a FAITEC tornou-se um dos eventos integrantes da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pela Secretaria de Inclusão Social do MCT (Ministério da Ciência e Tecnologia) com ampla divulgação em âmbito nacional e internacional.

Matéria FAITEC 2018 FOTO 1

Equipe FAI após encerramento da FAITEC 2018

Os projetos aprovados e selecionados para a FAITEC foram 27 trabalhos do curso de Administração, 7 do curso de Ciências Contábeis, 12 do curso de Engenharia de Produção, 17 do curso de Sistemas de Informação, sendo todos do curso de Pedagogia tendo a participação obrigatória.

A cerimônia de premiação foi em 3 etapas, começando pelo Concurso de Plano de Negócios, depois, Melhores Projetos de Cada Curso e no final o Prêmio Municipal de Inovação.

No "Concurso de Plano de Negócios" que é uma ação do Programa de Educação Empreendedora da FAI, apoiado pelo SEBRAE MG, em seguida foi a premiação dos "Melhores Projetos de Cada Curso" e no final o "Prêmio Municipal de Inovação".

No “Concurso de Plano de Negócios", que é uma ação do Programa de Educação Empreendedora da FAI, apoiado pelo SEBRAE - MG, os planos foram elaborados pelos alunos do 2º Período do Curso de Administração e 6º Período do Curso de Sistemas de Informação.

Em 3º lugar, com empate técnico, ficaram os projetos: Lo Care, do 6º período de Sistemas de Informação e Telhado Verde, do 2º período de Administração. O Lo Care tem como objetivo facilitar a busca e contratação de profissionais que prestam serviços de Home Care. E o Telhado Verde tem como objetivo levar vegetação para os grandes centros urbanos e desse modo diminuir ilhas de calor, reduzir enchentes dentre outros benefícios.

Em 2º lugar ficou o projeto Grandoces do 2º período de Administração, que tem como objetivo, produzir e comercializar, em sua loja física e sobre rodas, doces tradicionais e veganos e em 1º lugar ficou o projeto Vacinaaê do 6º período de Sistemas de Informação que tem como objetivo modernizar o controle e vacinas dos cidadãos, por meio de um Sistema de Informação. A ideia consiste em substituir o tradicional cartão de vacinação em papel por um digital, trazendo consigo uma proposta inovadora e diferenciada, promovendo uma nova forma de tratar, visualizar e registrar as vacinas aplicadas em cada paciente de uma maneira eficaz e colaborativa.

Já na premiação dos “Melhores Projetos de Cada Curso”, ficou em 3º lugar, o projeto Up-grade, do 4º ano de Administração onde a empresa irá atuar no ramo de revitalização de pontos turísticos, com projeto inicial o Cristo Redentor de Pouso Alegre MG.

Em 2º lugar, ganharam os projetos: Grandoces do 2º período de Administração, Criativa do 4º período de Administração, Processo Produtivo do Sorvete ICE FIT Whey Protein Cream do 6º período de Administração,  Living Box do 4º ano de Administração, Custo Sensorlux do 4º período de Ciências Contábeis, Planejamento Fiscal Tributário da Empresa SENSOTRON do 6º período de Ciências Contábeis, LM - Soluções Elétricas do 6º período de Engenharia de Produção, Smart Routes do 8º período de Engenharia de Produção, COST do 2º período de Sistemas de Informação, Caixeiro Viajante do 4º período de Sistemas de Informação, Lo Care do 6º período de Sistemas de Informação, EzMart do 4º ano de Sistemas de Informação.

Em 1º lugar ficaram os projetos: Easy Food do 2º período de Administração, DO RÉ MI do 4º período de Administração, Processo produtivo da Controladora Biométrica BIO do 6º período de Administração, Bão de Minas do 4º ano de Administração, Chicote Elétrico Industrial do 4º período de Ciências Contábeis, Planejamento Fiscal Tributário da empresa Fort Grain do 6º período de Ciências Contábeis, CDGJM Soluções do 2º período de Engenharia de Produção, ATS do 4º período de Engenharia de Produção, União Eletrometais do 6º período de Engenharia de Produção, KSM Consulting do 8º período de Engenharia de Produção, De Volta para o Passado do 2º período de Sistemas de Informação, GRAFOS ++ do 4º período de Sistemas de Informação, Vacinaaê do 6º período de Sistemas de Informação e Garagem Virtual do 4º ano de Sistemas de Informação.

E por último foi o “Prêmio Municipal de Inovação”, que visa estimular a criatividade e a inovação entre os estudantes, contribuir com o desenvolvimento do espírito empreendedor entre os jovens e induzir novos projetos que levem a futuras empresas no nosso Vale da Eletrônica. Os critérios FAI para escolha dos 3 projetos premiados foram trabalhos que apresentaram características inovadoras reveladas pela pontuação atribuída pelos jurados para os quesitos: criatividade/originalidade e aplicação Prática e todos os trabalhos da FAITEC concorrem independente de premiação obtida.

Em 3º lugar do “Prêmio Municipal de Inovação” ficaram com empate técnico 2 grupos, Up-grade do 4º Ano de Administração onde a empresa irá atuar no ramo de revitalização de pontos turísticos, com projeto inicial o Cristo Redentor de Pouso Alegre MG, e o projeto Cidadania Ativa do curso de Pedagogia que foi elaborado a partir da necessidade de se trabalhar os vários aspectos da cidadania dentro da sociedade, desde os primeiros anos escolares.

Em 2º lugar ganhou o projeto Reciclart do 8º período de Engenharia de Produção, que visa dimensionar e a otimizar o volume de resíduos orgânicos/recicláveis gerados localmente (comercial e residencial) na cidade de Santa Rita do Sapucaí – MG.

Em 1º lugar ganhou o projeto Garagem Virtual do 4º ano de Sistemas de Informação que visa proporcionar uma experiência de alugar uma garagem com negociação feita entre o proprietário e o interessado, de forma privada e por meio da Internet.

Matéria FAITEC 2018 FOTO 2

Equipe FAI

Para saber mais detalhes sobre todos os grupos a FAI disponibiliza no seu Portal todas as informações. Bastar acessar www.fai-mg.br, ir em FAITEC, clicar em "Trabalhos Selecionados" e selecionar o período ou ano. Nas redes sociais da instituição também estão disponíveis as fotos dos dias da FAITEC 2018.

Professora Liz da Escola Estadual Monsenhor José Paulino - PA, visitou a FAITEC 2018 com os alunos do 3º ano do ensino médio e acompanharam todos os stands. Declara que todos os projetos foram muito bem selecionados, “Tanto eu quanto os alunos achamos tudo muito organizado e bem feito. Os projetos são muito criativos e os alunos que apresentam, muito bem articulados, explicam muito bem, assim como toda a equipe do Espaço de Profissões. Muito interessante e produtivo. Parabéns!”.

Professora Gabriela que estava acompanhada do prof. Valdir e profa. Alba com os alunos do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual Coronel Carneiro Junior – Itajubá declara: “Eu, particularmente, fiquei encantada com a feira, me chamou muito a atenção a criatividade dos projetos, da estrutura e em como a FA está trabalhado em cima desse lado inovador para chamar a atenção do público também, é excelente!”. Profa. Alba, também relata que adorou a feira e parabeniza o pessoal do Teatro O Mágico de Oz da turma de Pedagogia.

Matéria FAITEC 2018 FOTO 3

A Coordenadora do curso de Engenharia de Produção da FAI, Caroline Borges, declara: “A FAITEC está cheia de novidades e nossos convidados e jurados são de grandes empresas da região, empresas renomadas e todos ficaram muito orgulhosos com a FAI, isso é muito importante, mostrar nossa qualidade de ensino, nossos processos inovadores e a união de todos para deixar a feira ainda melhor. A união e participação de toda a equipe FAI motivou e mostrou o excelente trabalho que a instituição está desempenhando!”.

O Diretor da FAI José Cláudio Pereira se orgulha dos projetos e da feira toda em si pois proporcionou a todos os participantes e visitantes uma experiência única de aprendizado, inovação e empreendedorismo, ainda mais com o novo Espaço de Profissões.

Organizada por um conjunto de comissões criadas especialmente para esta atividade acadêmica, a FAITEC é patrocinada pela FAI e por empresas locais, sendo um evento de grande atração para a região, e principalmente, um agente que promove, através da integração empresa-escola, a transformação e o atendimento das necessidades do mercado nos setores em que a FAI atua.